Conhece nosso
novo visual?

O UIKIT.PJE.JUS é um conjunto de ferramentas, desenvolvido pelo CNJ em parceria com o TJMT, com finalidade de padronizar a interface gráfica do PJe e demais sistemas da plataforma de processo eletrônico do Judiciário.

Principais benefícios

Tarefas em um só lugar

O UIKIT traz o que é de mais moderno e intuitivo em tecnologia, para a interação do usuário com o sistema (UI): Interface responsiva e touchscreen.

Linearidade dos sistemas

Visando criar uma uniformidade nos sistemas e melhorar substancialmente a usabilidade e a experiência do usuário.

Material Design

Visando criar uma uniformidade nos sistemas e melhorar substancialmente a usabilidade e a experiência do usuário.

Fácil utilização

Siga o passo-a-passo!
Utilizando NPM para instalação de pacotes.

Abra o terminal (ou a linha de comando do seu sistema
operacional), vá para a pasta raíz do seu projeto e execute o comando abaixo para iniciar o controle de pacotes.

Agora é só esperar o NPM preparar o ambiente que você já tinha montado na sua primeira máquina.

Veja na integra os comandos para instalação do UIKit:

A evolução do PJe

Sobre o PJE
Processo Judicial Eletrônico

É um sistema desenvolvido pelo CNJ em parceria
com os tribunais e a participação da Ordem dos
Advogados do Brasil (OAB) para a automação do Judiciário.

O objetivo principal é manter um sistema de processo
judicial eletrônico capaz de permitir a prática de atos
processuais, assim como o acompanhamento desse processo judicial,
independentemente de o processo tramitar na Justiça Federal,
na Justiça dos Estados, na Justiça Militar dos Estados,
na Justiça Eleitoral e na Justiça do Trabalho.

U.I. do PJe 1.x

O PJe 1.x foi desenvolvido na linguagem JSF e sua biblioteca de componentes utilizava em sua interface, cores em gradiente, textos espremidos, sobreposição* e excesso de informações.

* Dentro de um menu, você possuía uma divisão em abas, seguido de blocos e tabelas. Uma divisão excessiva do conteúdo;

U.I. do PJe 2.x

Com a evolução da tecnologia, o PJe 2.x passou a ser desenvolvido em AngularJS, permitindo maior flexibilidade na customização de sua interface. Adotou um layout “clean”, com menus ocultos e uma visualização em timeline.

Passou a ter um conteúdo melhor distribuído e cores sóbrias, porém sem especificação de uso de cores.

Nova interface (UIKit PJe)

E agora com o projeto do UIKitPJe, desenvolvido numa parceria do CNJ e TJMT, utilizou-se um conjunto de ferramentas Angular 7 e material design.

Nova Interface Gráfica

Nosso conceito para a nova interface foi desenvolvida sobre 4 pilares, seguindo as  
Heurísticas de Nielsen:

Celeridade: Podemos encontrar o que desejamos em poucos cliques.
Também há o reconhecimento e disposição dos conteúdos, cores e ícones.

Acessibilidade: Por meio de teclas de atalhos e da correta configuração das tags de
acessibilidade, permitimos uma melhor experiência às pessoas com deficiência.

Linearidade: O desenvolvimento de uma interface que segue padrões de identidade.
É possível reconhecer cada ação e conteúdo independente da tela em que estiver.
Todo o sistema possui a mesma base da interface e esquema de cores.

Flexibilidade: O usuário pode customizar o sistema da forma que melhor lhe atender.
Gerando maior celeridade na execução de suas tarefas.

Telas dos sistema

Considerações finais

Podemos notar a constância e linearidade entre as telas. O mesmo layout é sempre visível e a utilização das cores passou a ser moderada (apenas em ações específicas).

A customização se dá na barra à esquerda (acesso rápido por favoritos);

Na barra superior o usuário tem acesso à informações, lembretes, busca rápida, informações do sistema e da sua conta, além de itens específicos para acessibilidade. Apesar de usar como base o material design, o UIKit carrega em sua essência uma identidade própria, projetada para atender aos usuários mais exigentes do sistema.

Copyright 2019 CNJ/TJMT - Todos os direitos reservados